OpenOffice 2.0

Malta informática e tão agarrada ao office, já saiu a melhor suite de programas de escritório que o mundo já teve oportunidade de conhecer. Além de ser multi-plataforma e multi-linguagem, é ainda opensource. Para aqueles que usam office, devem dar uma oportunidade ao openoffice. Eu próprio quando mudei, passei um mau bocado, mas com vontade e paciência, fui usando e agora não quero outra coisa. Instiuições Portuguesas estão a usar o openoffice, inclusive o meu local de trabalho =:) . Podem dar uma olhadela aos casos de estudo apresentados no site português do Openoffice. No mesmo site, podem fazer o download dos dicionarios e onde tambem encontram instruções de como instalar. Nao vai dar trabalho nenhum, embora não seja o que os utilizadores windows estão habituados a fazer, que é next, next, next. O suporte para documentos do office está fantástico, e o documento não vai aparecer correctamente se o autor do mesmo for tão mau, ou não souber construir os documentos (estilos,tabulações,etc…). A possibilidade de poder exportar directamente para PDF está fabuloso, e se voçês tiverem links no documento, footnotes, e tiverem um indice bem feito, no PDF aparece tudo na barra lateral de bookmarks. Uma das coisas fabulosas é o tamanho que os documentos ocupam e o facto de serem um standard (OpenDocument). Os documentos do OpenOffice são comprimidos (qualquer programa com suporte de ficheiros comprimidos os pode abrir) e com a sua especificação em documentos XML. Simplesmente fabuloso. Eu já não uso programas microsoft à alguns anos, mas li recentemente que a microsoft irá apenas dar suporte a este standard de documentos se houver suficientes petições por parte dos utilizadores (licenciados ou nao). Assim sendo, deixo aqui um link para se poderem "registar" na petição para o suporte de OpenDocuments. Visitem e assinem.

One Reply to “OpenOffice 2.0”

  1. Há uns tempos atrás, coloquei aqui uma entrada sobre o OpenOffice 2.0 e sobre uma petição a decorrer na Internet para que a Microsoft criasse um plugin para que o Office pudesse suportar os formatos (standard) do OpenOffice. Ao fim de algum tempo e

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *