Caso de Estudo do OpenOffice no HAL

No hospital usamos o OpenOffice desde a primeira versão com que foi lançado. Na altura em RedHat 9, já tinhamos o OpenOffice em inglês. Posteriormente, e com o uso do LTSP no nosso hopsital, e felizmente já havia a tradução, colocámos também à disposição dos nossos utilizadores de Linux e, para que pudessem trocar de documentos os utilizadores de Linux com os de Windows, instalámos também nos clientes windows. Na altura, efectuamos um caso de estudo e que enviámos para a página portuguesa do OpenOffice.Foi publicado. Neste momento, não consigo encontrar a página para colocar aqui, o que me entristece imenso, pois devo confessar que a página do OpenOffice Portugal está realmente muito pobre. Segundo a própria página, este projecto passou para a Caixa Mágica:

"Após 5 anos de liderança do OOoPT, o projecto mudou de líder, passando para a Caixa Mágica. Este site será brevemente inutilizado e dever-se-à usar o site global OpenOffice.org"

Pode ser que fique melhor.

Entretanto e após a saída da versão 2, fizemos a actualização do OpenOffice e re-escrevemos o nosso caso de estudo, reflectindo as alterações e as conclusões a que chegámos com esta nova versão.

Podem ler aqui mesmo o nosso caso do HAL. Assim que pudermos, iremos colocar na página do OOo PT, mas até lá, deixo-vos com o estudo aqui.

Bom Open Source.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *