Blackberry e problemas em montar o cartão de memória em CM15 (Caixa Mágica)

O Blackberry é um telemóvel fantástico. A ligação USB permite que seja montado em Linux como um dispositivo de armazenamento. Por vezes há um problema que ele não é montado e em /var/log/messages aparecem as seguintes informações:

 

kernel: usb 1-3: new high speed USB device using ehci_hcd and address 7

Nov 24 10:09:30 localhost kernel: usb 1-3: New USB device found, idVendor=0fca, idProduct=8004

Nov 24 10:09:30 localhost kernel: usb 1-3: New USB device strings: Mfr=1, Product=5, SerialNumber=3

Nov 24 10:09:30 localhost kernel: usb 1-3: Product: RIM Composite Device

Nov 24 10:09:30 localhost kernel: usb 1-3: Manufacturer: Research In Motion

Nov 24 10:09:30 localhost kernel: usb 1-3: SerialNumber: E2388D276808D284F38B1A5E1259EFDCF770D8DD

Nov 24 10:09:30 localhost kernel: scsi9 : usb-storage 1-3:1.1

Nov 24 10:09:30 localhost kernel: usb 1-3: usbfs: interface 1 claimed by usb-storage while 'bcharge' sets config #1

Nov 24 10:09:31 localhost kernel: usb 1-3: reset high speed USB device using ehci_hcd and address 7

onde em vez de ser reconhecido o cartão de memória, aparece a aplicação bcharge que não permite que isso aconteça.

Isto é "um problema" com as regras de udev. Coloquei "um problema" entre parêntesis porque não é realmente um problema.

Isto torna-se simples de corrigir.

Como root, vamos remover esta regra do udev.

cd /etc/udev/rules.d

Aí, vamos encontrar um ficheiro chamado 10-blackberry.rules

É neste ficheiro que se encontra a regra que, ao colocar um blackberry, a aplicação bcharge entra em funcionamento, não deixando o cartão de memória ser reconhecido e montar correctamente.

Movemos o ficheiro para a directoria anterior (não vamos apagar o ficheiro).

mv 10-blackberry.rules ../

Posteriormente, dizemos ao udev para tornar a ler as regras.

udevadm control –reload-rules

Podem desligar o BlackBerry e tornar a ligar que o cartão de memória já vai ser reconhecido e montado automaticamente.

 

Nov 24 10:14:26 localhost kernel: usb 1-3: USB disconnect, address 7

Nov 24 10:14:31 localhost kernel: usb 1-3: new high speed USB device using ehci_hcd and address 8

Nov 24 10:14:31 localhost kernel: usb 1-3: New USB device found, idVendor=0fca, idProduct=8004

Nov 24 10:14:31 localhost kernel: usb 1-3: New USB device strings: Mfr=1, Product=5, SerialNumber=3

Nov 24 10:14:31 localhost kernel: usb 1-3: Product: RIM Composite Device

Nov 24 10:14:31 localhost kernel: usb 1-3: Manufacturer: Research In Motion

Nov 24 10:14:31 localhost kernel: usb 1-3: SerialNumber: E2388D276808D284F38B1A5E1259EFDCF770D8DD

Nov 24 10:14:31 localhost kernel: scsi10 : usb-storage 1-3:1.1

Nov 24 10:14:36 localhost kernel: scsi 10:0:0:0: Direct-Access     RIM      BlackBerry SD    0002 PQ: 0 ANSI: 0 CCS

Nov 24 10:14:36 localhost kernel: sd 10:0:0:0: Attached scsi generic sg2 type 0

Nov 24 10:14:36 localhost kernel: sd 10:0:0:0: [sdb] Attached SCSI removable disk

Nov 24 10:14:39 localhost kernel: sd 10:0:0:0: [sdb] 15523840 512-byte logical blocks: (7.94 GB/7.40 GiB)

Nov 24 10:14:39 localhost kernel: sd 10:0:0:0: [sdb] Assuming drive cache: write through

Nov 24 10:14:39 localhost kernel: sd 10:0:0:0: [sdb] Assuming drive cache: write through

Nov 24 10:14:39 localhost kernel: sdb: sdb1

 
Esta solução não é optima, mas funciona. O BlackBerry carrega na mesma e podemos mexer à vontade no cartão de memória.
 
Funciona para CM15, mas em qualquer outra distribuição de Linux também funcionará. Se o ficheiro não existir, basta procurarem pela palavra bcharge:
 
grep -i bcharge *
 
o -i signifca não ligar à capitalização das letras
e deverá aparecer algum resultado, como o nome do ficheiro onde se encontra:
 
10-blackberry.rules:# Note: the following rules may appear wasteful, in that bcharge is run
10-blackberry.rules:#       CONFIG_USB_SUSPEND enabled.  The second time bcharge is run
10-blackberry.rules: RUN="/usr/sbin/bcharge -p %p",
10-blackberry.rules: RUN="/usr/sbin/bcharge"
10-blackberry.rules: RUN="/usr/sbin/bcharge -p %p"
10-blackberry.rules: RUN="/usr/sbin/bcharge -p %p"
10-blackberry.rules: RUN="/usr/sbin/bcharge -p %p"
 
Assim que identificarem o ficheiro, basta move-lo para outra localização e efectuarem o reload das regras do udev.
 
 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *