Análise Eachine Aurora 100

Este é o Aurora 100, o irmão mais velho do Aurora 90  (brevemente review). A Eachine, após o sucesso do Aurora 90, lançou uma versão com mais 10mm. Será que mantem a mesma performance que o anterior ?

A versão que aqui analiso é a versão com receptor Flysky !

 

Conteúdo da Caixa

Na caixa vem:

  • O Autora 100 já montado (hélices postas e tudo)
  • Um conjunto extra de 4 hélices
  • Chave de parafusos e chave allen
  • 3 fitas de velcro
  • 2 elásticos
  • Bateria da Eachine 2S de 450mha 80C (a mesma do Aurora 90)
  • Uma fita para a bateria
  • Manual de utilizador

Este, ao contrário do Aurora 90, não vem com carregador.

O Aurora 100, com bateria e fita pesa cerca de 63g, o que se traduz em menos 13-15g que o Aurora 90.

A frame é de carbono de 3K, em formato X hibrido. Tem 1.5mm de espessura, o que é muito pouco. Alguém devia dizer à Eachine que precisa de melhorar as frames. Uma coisa boa é que é toda completa, ou seja, os braços estão integrados na frame.

Este pequeno vem equipado, além do normal,  com uma fita de LEDs e buzzer.

(

Nesta versão decidiram alterar o acesso ao USB (aprenderam a lição) e faz-se por um dos lados.

Motores

Este pequeno vem equipado com os mesmos motores que o Aurora 90. São uns Eachine (à semelhança do Autora 90, são Racerstar, mas foram remarcados como Eachine) 1104 de 7500KV brushless. São realmente potentes. Os motores estão soldados diretamente nos ESCs.

Hélices

As hélices são de 4 pás. São as mesmas que vêm equipadas no Aurora 90. As de origem não são más, mas partem-se facilmente numa queda mais atribulada. Podem comprar as Racerstar 2035 de 50mm que são bastante boas.

Controladora

O Aurora 100 vem equipado com um Eachine Minicube Betaflight F3 6DOF. A controladora é uma Omnibus com OSD.

ESCs

Da mesma forma, o Aurora 100 vem equipado com ESCs 4 em 1, de 10 amperes, com BLHeli_S. Tem suporte de D-Shot600 e podem autualizar a versão do BLHeli_S sem problemas. No final está um video que mostra como fazer usando o Google Chrome.

Camara e emissor de video

O Aurora 100 vem com um VTx de 48 canais de 25mw. É um alcance bastante razoável para FPV.  Tem 2 botões: O primeiro permite alterar de PAL para NTSC (manter pressionado), bem como rodar a imagem 180º (pressionar e libertar o botão) e outro que altera a frequência e o canal. Pressionar uma vez altera a frequência e manter pressionado durante algum tempo altera o canal.

A camara tem 600 TVL AIO HD CMOS 1/4” .  Tem uma performance razoável. Razoável porque contra o sol tem uma imagem porreira, mas contra o sol é para esquecer… Fica muito escura e torna-se muito complicado.

Permite fazer inclinação da camara usando os parafusos que a prendem à frame. No entanto, demasiada inclinação e a antena começa a bater na frame, o que vai causar interferências. É um senão relativamente ao Aurora 90.

A Camara vem presa à frame através de uma placa de aluminio vermelha e com fita dupla face.

OSD

O OSD é configurado através do Betaflight, tudo graças à controladora que tráz.

LEDs

Como muitos outos, vem equipado com uma fita de LEDs. Já vem com uma configuração inicial,mas sempre podem alterar no betaflight configurator.

Bateria

Tal como o Aurora 90, o Aurora 100 vem com uma bateria 2S de 450mha 80C com marca da Eachine. Não é má, mas se querem realmente sentir a adrenalina do Aurora 100 e ver o quão rápido ele realmente é, troquem de bateria. Arranjem umas baterias da Gaoneng.

Algum mods a fazer

Este pequeno drone seria perfeito se não fossem algumas atenuantes.

Camara

A camara está presa por uma fita dupla-face. Em algum momento, vai começar a soltar-se e a camara começa a vibrar… Podem substituir, mas mais cedo ou mais tarde volta ao mesmo. Inicialmente eu tinha uma abraçadeira, mas a camara começa a desviar – ou colocam uma mais pequena – ou colocam um elástico dos que vêm na caixa.

VTX

Com 48 canais, já tem suporte às novas frequências e o alcance até não é mau para 25mw . Um dos problemas é que, ao colocar inclinação, a antena começa a tocar no carbono da frame… Isto é mal para o sinal e nota-se imenso. A Eachine devia pensar nisto e colocar uma antena maior ou alterar a posição dela na frame.

Antena

A antena vem assim solta. Para que não se arrisquem a que fique presa em alguma hélice, coloquem uma abraçadeira com manga térmica

Cabos da FC aos motores

Em algum dos braços, os cabos são um pouco compridos e podem, eventualmente, bater nas hélices. Recomendo que, tal como eles estão, que desaparafusem o motor e dêem-lhe voltas para ele enrrolar e ficar mais apertado. Depois, é só voltar a colocar o motor e já resolve o problema.

Fita da bateria

A fita para prender a bateria original não presta para nada… Troquem por uma melhor

Eu comprei umas da RealAcc e são perfeitas

Podem encontrá-las aqui: Realacc fita de bateria de 58mm

Conclusão

É mais uma excelente opção da Eachine. Para baterias de 2S é bastante rápido. Não digo que é um melhoramento ao Aurora 90, mas outra opção, ligeiramente maior – mas mais leve . Se gostaram do Aurora 90, vão com certeza gostar do Aurora 100, ou talvez mais.

Podem aquirir o Eachine na Banggod, bem como tudo o resto:

Aurora 100 – https://goo.gl/qwYUfl
Baterias Gaoneng – https://goo.gl/2otmsP

Fita da RealAcc para a bateria – https://goo.gl/25zhK1

Hélices Racerstar – https://goo.gl/5cy7Ei

Flip Of Death

Eu tenho estado a sentir o tão fadado FOD (Flip Of Death), tanto neste como no Aurora90. Há quem experimente efetuar o downgrade do betaflight (eu tenho a versão 3.1.7 em ambos) e fazer softmount nos motores… Duas tiras de fita isoladora nos motores e montar assim mesmo… Talvez reduzir o D…

Videos

Primeiro voo com o Aurora 100

Configuração Inicial

Como atualizar a versão do Betaflight

Atualização do BLHeli_S

Caro precisem, aqui fica o dump da configuração inicial do Aurora 100

Dump da configuração inicial

 

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *