Análise Gearbest Prusa i3 3D – Raiscube R2

Desde que apareceram as impressoras 3D que sempre quis ter uma. No entanto, os preços eram proíbitivos, muito.

Com o aparecimento das Prusas e com o movimento maker, foi sendo possível, cada vez mais,  adquirir uma impressora 3D a preços mais acessíveis. O ano passado comprei uma Anet A8. É uma impressora  baseada na Prusa i3, feita pela Anet. Para minha surpresa, é bastante popular, tendo um grupo dedicado no Facebook e muitos upgrades no thingiverse. Estou contente com ela, conseguindo impressões muito boas, quando bem calibrada.

Agora, a Gearbest pediu-me para analisar uma impressora 3D, a Prusa i3 3D. Esta impressora é baseada na Prusa i3 (vê-se pelo nome 🙂 ) e está disponível na Gearbest. Eu pensei – será que é melhor que a Anet A8 ou outras que já tenha experimentado ? Nunca tinha ouvido falar nestas – Apesar de não constar, é uma Raiscube Prusa i3 3D. Aceitei o desafio e aqui estão as minhas conclusões.

Para os mais apressados – estou muito muito admirado e pasmado ao mesmo tempo. É uma impressora excelente. Pode não ser tão popular como outras, ou contar com dezenas de upgrades no Thingiverse, mas é realmente boa – sem calibração – só montar e experimentar – consegue imprimir direitinho e com bastante boa qualidade. Mas não há bela sem senão. Será que quem nunca teve uma impressora 3D ou trabalhou com alguma, consegue montar este kit ? Leiam o resto para saber.

Especificações

Antes de mais, algumas especificações

  • Controladora: Melzi v2.0
  • Área de impressão: 210 x 210 x 210mm
  • 12864 LCD
  • Frame em acrílico de 8mm
  • 3 ventoinhas para arrefecimento
  • Cama quente até 120ºC para ABS
  • Temperatura do Extrusor até 260ºC
  • Diámetro do filamento 1.75mm
  • Diámetro do nozle: 0.4mm
  • Precisão do eixo do Z: 0.004mm
  • Precisão dos eixos X e Y : 0.012mm
  • Precisão de impressão: 0.1 – 0.2mm
  • espessura das camadas: 0.1 – 0.4mm

Dentro da caixa

Como muitas outras, esta Raiscube Prusa i3 3D é completamente DIY . Vem em kit para montar.

Caixa com o kit

Dentro da caixa vêm todas as peças (esperemos) necessárias para montar a impressora.

Assim que abrimos a caixa, vemos que os componentes vêm todos bem separados e colocados nos devidos lugares, tudo acondicionado com espuma.

Partes da frame e step motors

 

Dentro do KIT vem também um cartão de memória SD da Kingston e um leitor de cartões em forma de PEN USB.

Dentro do kit vem todo o material que possamos precisar, bem como ferramentas para ajudar na montagem.

Montagem

Uma das grandes dificuldades para alguém que está a fazer isto a primeira vez é a montagem de uma impressora 3D. Longe de ser complicada, é muito demorada. Demorei 3 noites a montar e a fazer a primeira impressão – mais sobre isso à frente.

O maior problema deste KIT (e em especial para quem faz isto a primeira vez) são as instruções de montagem. A Gearbest no site, na página da impressora tem dois recursos que podemos usar – um video e um ficheiro comprimido para efetuar o download que contem documentos para auxiliar a montagem.

O cartão de memória, apesar de vir ainda na embalagem, vem com os mesmos ficheiros lá dentro. Se não tiverem internet, podem sempre tirar o cartão de memória da caixa e ver os ficheiros.

  • RAISCUBE R2 Installation Guide.pdf – Guia de instalação da impressora
  • RAISCUBE R2 Wiring Instruction Manual.pdf – Guia das ligações à controladora
  • RAISCUBE R2 Operation Manual.pdf – Como nivelar a cama e operar o Cura

No entanto, no Youtube também existe um vídeo da montagem desta impressora. Não é perfeito, mas ajuda muito. Não é perfeito porque está acelerado.. Vá-se lá saber porquê.. Estes chineses devem andar sempre com pressa.

A frame

A frame da impressora é semelhante a muitas outras. Acrílico preto, de 8mm de espessura, tornam-na resistente. A minha única preocupação é um dos lados ter escrito REISCUBE (literalmente cortado da frame) o que poderá comprometer um pouco a estabilidade e integridade da estrutura. Preparem-se para passar uns bons minutos a retirar a proteção do acrílico.

Raiscube na lateral, cortado no acrílico

 

Para montar a estrutra, precisam destes parafusos:

Após alguns minutos, surge a estrutura quase montada

Montagem do eixo dos Ys

Para montar o eixo dos Ys (cama quente), precisamos de um step motor e uma polia. Nada como ver os videos e saber como montar.

Nota: Nesta foto, a polia está mal montada – não deve ficar tanto para dentro. Nada que não reparem quando se colocar a correia.

A montagem do endstop é feita junto ao motor. Recomendo que coloquem manga termoretrátil nos fios dos endstop, uma vez que estes vêm muito mal colocados.

 

Posteriormente, podem instalar o endstop junto do motor

A correia do eixo dos Y’s é segura na frame em H de aluminio e com abraçadeiras. Novidade para mim, usar abraçadeiras para segurar a correia.

Como deve ficar a correia ? Bem, nem muito apertada nem muito frouxa. A regra é que ao bater na correia, esta deve fazer um som de estar esticada. Deve vibrar um pouco ao baterem nela.

Eixo dos Zs

Neste meu kit uma das minhas uniões elásticas vinha enganada na dimensão. Deveria ser 5x8mm, mas uma delas vinha 5x5mm, conforme mostra a figura.  Contactei a Gearbest, mas para não ficar à espera 15 dias, comprei uma correta.

Extrusor

Uma das coisas que me impressionou neste kit foi o extrusor.  Além de já vir toda a parte do eixo dos X (a parte do extrusor) montada, este vem com duas ventoinhas para arrefer o plástico ao ser impresso na base. Pelo formato da parte impressa, o ar flui diretamente para a peça. Muito interessante.

Outra coisa que adorei foi o extrusor internamente. Não sei se propositado ou não, mas aquela parte mais subida onde entra o filamento ajuda imenso na impressão de filamentos flexiveis. Á data da escrita deste artigo ainda não experimentei, mas é o proximo filamento a testar . Flex45 ou Filaflex (Reprap.pt ou BQ).

Aqui fica já o eixo dos X montado

Foi depois aqui que tive outro problema. As peças onde encaixam os varões lisos, onde desliza o extrusor, tinham os buracos ligeiramente mais largos que os varões. O que causava que o varão andava a passear. O video seguinte ilustra este problema:

No entanto, um pouco de fita isoladora resolveu o problema

Nivelar o eixo dos X, colocando ambos os Z à mesma distância : Usando um nível 🙂

Gostei particularmente da forma como nivelar a cama quente – O suporte do X do lado esquerdo possuiu um parafuso que se enrrosca ou desenrrosca para diminuir ou aumentar a distância do extrusor à cama quente.

Nivelar a cama quente é necessário que, nos 4 cantos, a distância da ponta do nozzle à cama seja o suficiente para apenas passar uma folha A4, mas com alguma resistência.

LCD

O LCD foi outro elemento que gostei muito. É grande e mostra bastante informação. A navegação por meio de um botão rotativo (para “enter” basta pressionar) é bastante simplificada. Navegar torna-se rápido e eficiente.

Podem reparar que o LCD também possuiu um leitor de cartões SD. Podem também colocar aqui um cartão que ele é lido.

Eletrónica

A controladora da Raiscube Prusa i3 3D é uma Melzi v2. Podem encontrar toda a informação no Wiki da RepRap.

É colocada num dos lados da impressora e onde todos os cabos vão ligar. As ligações não são dificeis, uma vez que todos os terminais estão identificados.  O unico perigo de troca de ligações é não saber que cabos pertencem a quê. Recomendo que os identifiquem todos com recurso à fita de pintor que vem com o KIT.

 

Gosto do detalhe dos cabos da cama quente e da fonte de alimentação serem grossos, uma vez que é aqui que passa a maior quantidade de corrente.

Aqui fica tudo ligado – sim, ainda preciso de organizar muito bem os cabos

NOTA: Para ligar ambos os motores dos Z’s, é necessário cruzar cabos. Não é complicado, mas têm que ter atenção qual o motor esquerdo e qual o direito.

De frente para a impressora, o motor esquerdo é o do vosso lado esquerdo e o direito do vosso lado direito 🙂 . Direito onde fica a fonte de alimentação, esquerdo onde fica a controladora.

Os cabos que têm que unir são os seguintes:

Do motor esquerdo unem (soldam e colocam manga termoretráctil) o preto com o verdo do motor direito.

Do motor esquerdo unem (soldam e colocam manga termoretráctil) o azul com o vermelho do motor direito.

Fonte de alimentação

A fonte de alimentação é uma standard de 220v. Vejo apenas o senão de os cabos estarem expostos. Atenção que a fonte pode também trabalhar a 110v – existe um switch que permite alterar entre estes dois valores. Antes de a ligar, tenham atenção a ele :

 

Filamento

Dentro do KIT vem uma bobine de PLA verde. Não é do melhor, mas serve muito bem.

Primeira impressão

Após tudo ligado, chegou a altura de realizar a primeira impressão. Durante 1h:30m não saia nada do nozzle… Começava a sair PLA, mas após a primeira camada, começava a moer o plástico já na cama quente e nada saía do nozzle.

Resolvi tirar a ventoinha na frente do extrusor e deixar a impressora trabalhar sem a ventoinha para ver o que se passava.

Habituado à Anet A8, inicialmente não percebi o que era. O parafuso assinalado na seguinte imagem precisa de estar apertado, para fazer força no parafuso por baixo, fazendo com que o motor do extrusor faça pressão no filamento.

Após descobrir esse detalhe, já começou tudo a funcionar como deve ser.

Não imprimi o ficheiro de teste que vem no cartão, porque como tenho o vidro, a cama quente a 50º, o PLA não adere… Como sempre fiz, a minha primeira impressão (e cada vez que altero algum detalhe e para ver o resultado) é e será sempre o Marvin:

Foi impresso em PLA, com uma resolução de 0.3, a 200ºC, 70ºC cama quente e 20% infill. Para 0.3 está bastante bom.

Seguidamente, decidi imprimir um cubo de calibração para ver se a impressora estava bem – correias com o aperto certo, eixo dos Zs nivelado, eixo dos X nivelado e Ys.  O resultado, a 0.15:

O cubo, todo ele, mede 20mm – todos os lados medem 20mm – medido com um paquimetro. Fiquei super feliz com o resultado. Esta impressora começava a deixar-me impressionado.

 

O cubo foi impresso a 0.15 e os marvins a 0.3 .

Tentei novamente ver a calibração da impressora e imprimir o 3DBenchy. A 0.3 com 30% de infill, a 70mm/s, com o seguinte resultado:

Cada vez mais impressionado.

Não contente, ainda decidi dar mais uma “sova” na impressora e ver como ela se safava. Assim, imprimi (4 horas e meia) este cubo:

Impresso a 0.2, com 65mm/s, acho que se safou muito bem. Estou realmente impressionado com esta impressora e com a qualidade.

Podem-no encontrar no Thingiverse.

Outra forma para calibração da impressora:

Já experimentei outros filamentos, tais como madeira e flexivel. Aqui ficam alguns resultados

3dBenchy em madeira

E novamente o cubo de calibração

Software

Para imprimir eu uso o Cura 2.3.1 para Gentoo Linux.  Existem outros softwares, como o Slic3r (que eu tenho que dar uma olhadela) e o Simplify3D, do qual falam maravilhas. Mas pagar 150€ só para poder experimentar (visto que não há nenhuma versão de demo ou experimental) não muito obrigado.

Para configurar a impressora, só tive que adicionar uma nova e dar-lhe as medidas:

Neste caso são 210x210x225 (documentação mostra estes valores). No entanto, se medirem o tamanho da cama quente, vêm que ela tem 220×220… Eu acho que eles colocam estes valores para quem não colocar vidro, a impressora não ir imprimir nos parafusos. Se colocarem um vidro, já não há esse problema e podem alterar para 220x220x225 ! Eu fi-lo !

Aqui fica o Marvin a 0.3:

 

Podem depois enviar diretamente para a impressora ou colocar num cartão de memória. O bom é que têm duas opções, Micro SD ou SD card – colocam na mainboard ou no LCD. Opções não faltam.

No cartão de memória vem uma versão antiga do Cura. Não a usem e façam o download da versão mais recente.

Conclusão

Gostei imenso desta impressora. Tem os seus pontos fortes e fracos, mas no geral, para primeira impressora, para quem gosta de DIY e tem cerca de 180€ para gastar numa impressora, a Prusa I3 3D da Gearbest é uma boa aposta.

Pontos fortes

  • Preço acessível e não ficar defraudado
  • A cama e o nozzle aquecem rápidamente
  • A qualidade de impressão sem fazer muito é bastante boa
  • Sem modificações necessárias para imprimir bem – vidro na cama quente é recomendado
  • Relativamente silenciosa
  • Fios de tamanho correto para a carga elétrica

Pontos fracos

  • Kit DIY para montar (pode não ser um ponto fraco para quem gosta de DIY)
  • 3 noites para montar (3/4 horas por noite)
  • Frame em acrílico – e Raiscube cortado num dos lados pode ser um problema, com o tempo
  • A eletrónica não é da melhor qualidade
  • Fonte de alimentação com os fios para as ligações expostos
  • Melhores molas para a cama (ver melhoramentos)
  • Precisa de instruções mais detalhadas. Para a primeira vez, pode ser assustador.
  • A porcaria do buzzer – coloquei-lhe fita isoladora por cima para não o ouvir.

Eu não sou nenhum expert em impressão 3D, mas vou aprendendo algumas coisas. Isto é um processo de aprendizagem e tentativa-erro. Algumas definições funcionam bem, outras não. Também depende do material usado, a sua qualidade importa muito.

Melhoramentos

A impressora já é realmente interessante e não me posso queixar da primeira impressão e das seguintes. No entanto, há melhoramentos que podem fazer para que fique ainda melhor.

Cama quente

Podem comprar e colocar um vidro na cama quente. Um quadrado de 220m de comprimento x largura x 3mm de espessura. Peçam para laminar os lados e os cantos para que não haja perigo de se cortarem.  Numa qualquer vidreira fazem isso. Eu dei 3€ pelo meu.

Podem também comprar algodão próprio para isolar a cama quente, fazendo com que aqueça mais depressa e não perca calor tão rapidamente. Eu comprei o meu aqui, na Aliexpress.

Melhores molas e parafusos

As molas que vêm no kit para a cama quente parecem molas de esferográficas. São muito fraquinhas e os parafusos borboleta não ajudam em nada, pois qualquer movimento e eles mexem-se, obrigando quase a nivelar a mesma antes de cada impressão.

A banggood vende destas molas já com as porcas. No entanto, a Gearbest vende apenas as porcas. São marcadas para a Makerbot, mas são m3 e cabem nos parafusos para nivelar a cama.

Melhores rolamentos.

Ao montar a cama, é necessário instalar os rolamentos lineares LM8UU que vêm no kit. Fazem um pouco de barulho. Podem substitui-los por rolamentos Igus Drylin . Podem comprar na reprap.pt, ou podem comprar no ebay

Aqui fica um video que ajuda a trocar os rolamentos

Correias

As correias GT2 que vêm no kit são de borracha. Com o tempo vão desgastar-se. Podem comprar umas melhores, no ebay (na reprap.pt estão esgotadas), reforçadas com fibra de vidro. Dizem que são bastante boas. Estou à espera para as substituir.

Melhoramentos  no Thingiverse

No thingiverse também se encontram alguns melhoramentos para esta impressora. Não são necessários, pois na minha opinião a impressora já imprime bem, mas os cantos em T é um melhoramento que podem fazer. O extrusor E3D não é necessário, mas se quiserem, força.

Cantos em T para reduzir as vibrações

Extrusor E3D 

Uma vez que a controladora é uma Melzi, no Thingiverse também há diversos upgrades (caixas e fans) que podem querer fazer para melhorar o aspeto da board e organizar melhor os cabos.

Esta é a minha análise à Raiscube Prusa i3 3D vendida pela Gearbest. Vai ser a minha impressora principal e vou desfazer-me da Anet A8. Além de ser mais pequena (com a mesma área de impressão), gosto mais da qualidade. Já fiz upgrades à Anet que melhoraram muito a qualidade e tenho outros prontos a fazer, mas que já não irei fazer e deixar para o próximo dono.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *